• Your Solutions

A Síndrome de Burnout e a Exaustão no Trabalho


“O alarme toca e já é hora de levantar, mas meu corpo todo pede para que continue na cama… Um cansaço grande, já que tive dificuldade para conseguir dormir. Me empurro para fora da cama e já acho que não vou conseguir dar conta do dia, pois já sinto aquela dor de cabeça, que nem me deixa ter vontade de tomar o café…”


Hum, qualquer um pode ter um dia mau. Mas se este relato tem sido frequente, fique atento, sua “pilha” pode estar acabando!


A Síndrome de Burnout aparece silenciosamente e é um distúrbio emocional com sintomas de exaustão extrema, estresse e esgotamento físico. A principal causa da doença é justamente o excesso de trabalho.


Ela é comum em profissionais que atuam diariamente sob pressão e com responsabilidades constantes. Geralmente aparece em profissões desgastantes, que demandam muita competitividade e/ou responsabilidade.


A Síndrome de Burnout pode acontecer quando os objetivos de trabalho são muito difíceis, ou em situações em que a pessoa possa achar que, por algum motivo, não tem capacidades suficientes para os cumprir. Então entra em estresse para atingir uma expectativa e se exige além de suas possibilidades. Gerando uma sensação de constante frustação e incapacidade.


A pandemia pode ter contribuído de forma negativa, caso se tenha perdido os rituais de início, intervalos e fim de trabalho; o que trouxe um ritmo mais intenso associado ainda à conciliação das tarefas de casa e cuidado. Sem falarmos do cenário econômico, que gera o medo de ficar desempregado…


A melhor forma de prevenir a Síndrome de Burnout são estratégicas que diminuam o estresse e a pressão no trabalho. Promover mudanças nos hábitos e estilos de vida também são ótimas recomendações, como a atividade física regular.


Então, seguem algumas condutas saudáveis que ajudam a tratar sinais e sintomas logo no início:

  • Participe de atividades de lazer com amigos e familiares;

  • Faça atividades que “fujam” à rotina diária, como desenvolver um novo hobby;

  • Evite o contato com pessoas negativas, especialmente aquelas que reclamam do trabalho ou dos outros;

  • Converse com alguém de confiança sobre o que se está sentindo, de preferência um psicólogo;

  • Faça atividades físicas regulares;

  • Evite consumo de bebidas alcoólicas, tabaco ou outras drogas, porque só vai piorar a confusão mental;

  • Uma boa noite de sono é fundamental;

  • Criar momentos de descontração, não se ater apenas ao que é o trabalho também é fundamental.

Somos pessoas e não máquinas. Então cuide de você! Se está com dificuldade, peça ajuda, faça terapia.


Por Higor Lima

1 visualização0 comentário